O.M. Aïvanhov - Parte 1A - Q/R - Junho 2017




O.M. Aïvanhov - Parte 1A - Q/R - Junho de 2017
Mensagem de 03 de junho de 2017 (publicada em 17 de junho)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations



Eh bem caros amigos, estou contente de poder novamente trocar com vocês. Permitam-me primeiramente abençoar cada uma de vossas Presenças e de nos estabelecermos juntos alguns instantes, no silêncio do coração.

 … Silêncio…

Eh bem caros amigos, como eu digo a cada vez, vamos trocar juntos sobre as circunstâncias do que se desenrola neste momento.  Como de hábito, eu situo minha intervenção para tentar acompanhar mais de perto, eu diria, vossas preocupações atuais do que se desenrola em vocês e sobre esta terra. Então eu vos deixo a palavra, eu teria coisas a dizer mas que eu direi se as questões se apresentam, ou então eu direi um pouco mais tarde.  No momento deixo vocês se expressarem, e tentemos juntos trocar sobre o que vos interessa.  Então, caro amigo, eu te escuto.

Questão : às vezes, sinto o Fogo em todas as células e na estrutura de meu corpo ; então devo me colocar. Tenho a sensação de ser mantida pelos tornozelos e punhos e às vezes é doloroso. Isso é da atualidade ?

Então sim, cara amiga, você é mantida pelos tornozelos e punhos como você diz. Como vocês sabem, são coisas das quais já  falamos há muitos anos e sobretudo ao redor do período que corresponde à Onda da Vida, durante os anos 2011 e 2012. Vocês sabem muito bem que há processos chamados vibratórios e energéticos que tocam a estrutura física.  Bem evidentemente, nós sempre lhes dissemos, a consciência é vibração. A consciência é ao mesmo tempo pessoal e ela também está ligada a outros planos, tudo isso vocês o sabem, mas os outros planos, aqueles da Luz verdadeira, não estão, eu diria, presentes de maneira permanente em vossa consciência, ainda existem processos que permitem evitar, eu diria, vocês desaparecerem, verdadeiramente e de maneira total para este mundo, a fim de não acabar em fenômeno de combustão ou outra coisa.

Vocês sabem, nós sempre dissemos que a Luz é Inteligência. Portanto, alguns entre vocês começam, ou recomeçam, eu diria, a viver os processos do Fogo alquímico, do Fogo Ígneo e do Fogo do Espírito diretamente nas células.  A ação desse fogo, vocês o sabem, é uma expansão da consciência além da forma, como vossa forma, como toda forma. Certamente, essa espécie de dissolução e de transubstanciação, necessita de vossa presença aqui nesse corpo para viver isso. É claro, outros entre vocês também vão viver diferenças térmicas, isso pode ser exatamente o oposto, como por exemplo sensação de tiritar ou de ser transido de frio à noite ou de dia, ou em alguns momentos.

Todos esses processos térmicos, mesmo os laços nos tornozelos, nos punhos, não estão aí para incomodar ou para significar qualquer outra coisa senão isso. Ou seja, o trabalho, se posso dizer, da Luz, se faz nesse corpo e não mais somente sobre a consciência e sobre as estruturas físicas ou sutis.  Tudo isso eu expliquei em relação ao influxo das partículas adamantinas sobre a Terra já desde anos, não é ? Portanto é de fato um processo, eu diria, normal, no encontro entre o efêmero e a Eternidade e na substituição, se posso dizer, de tudo o que é efêmero pela Eternidade.

Então cada um de vocês pode viver ainda essas variações térmicas de Fogo no nível das células, segundo o que a Luz encontra em meio a vossas estruturas. Já falei disso no último mês e ainda no mês anterior, que não se trata mais, propriamente dito, de problemas ligados ao passado, quer eles sejam cármicos, quer eles sejam engramas de desequilíbrios na pequena infância ou na idade adulta, não é mais isso. É simplesmente a colocação em conformidade de vosso corpo físico, permitindo a ele, no momento vindo, de não mais ver seus tornozelos e seus punhos como fixos, mas de escapar, se posso dizer, quando da consumação, seja no Apelo de Maria, seja no planeta-grelha final, dos desconfortos ligados ao efêmero.

Portanto é uma forma, eu diria, de manifestação dos processos alquímicos de transubstanciação que se produzem neste momento em sua etapa de finalização.  Isso, Maria já lhes disse desde muitos meses, quando entramos com vocês no processo de Ascensão da Terra em meio a sua nova morada, mas também, eu os lembro, de vossa liberação, qualquer que seja o posicionamento de vossa consciência no momento atual.  A Luz penetra em todos os lugares, eu repito, ela penetra com cada vez mais intensidade e não há o que fazer, eu posso dizer, das lamúrias ligadas ao passado, aos vossos hábitos ou a vossas crenças residuais ou ainda muito presentes, não é ?

Portanto são processos de fato possíveis de viver, não somente às noites, não somente quando dos alinhamentos, mas também, como você talvez pôde observar, sem que você nada tenha pedido nem nada desejado, isso cai em cima. E também, para alguns de vocês que vivem as Teofanias de maneira mais integral, se posso dizer, de sentir essa vibração fervente que percorre o corpo mas que não se produz mais, quando vocês estão firmemente estabelecidos nessa vibração de vosso coração, na Teofania, que não arrasta mais a consciência no processo vibratório porque esse, mesmo se a consciência é vibração, os conduz, como vocês o sabem, ao Apelo de Maria, ao Juramento e a Promessa, e portanto a vossa ressurreição durante os três dias de estase – ou o mais tardar para aqueles que se opuserem, quando do planeta-grelha final.

Toda a sequência dos acontecimentos que nós pacientemente lhes descrevemos, que nós lhes mostramos, que vocês vivenciaram, vocês o sabem, toca já desde um certo tempo sua finalidade. Falta apenas a loucura humana que começa, como vocês sabem, de maneira cada vez mais evidente por todo lugar sobre esta terra, mas sobretudo, além dessas resistências que eu qualificaria de « exageradas » à Luz, por medo, há certamente todos os processos dos profetas, das profecias, das predições que nós tínhamos anunciado, que se realizam sob vossos olhos a partir do instante em que vocês olham um pouco o que se passa sobre a tela desse mundo.

E esse mesmo processo de apocalipse se vive, é claro, em vosso corpo de carne, e a vivência de vosso apocalipse, se posso dizer, corporal, depende de vosso estado de consciência, o que quer que lhes chegue, e portanto isso pode implicar diversas manifestações.  Mas o que vocês são levados a constatar de maneira cada vez mais visível, é certamente que vocês, o que vocês são, torna-se mais independente, se posso dizer, da identificação à essa forma, à essa história ou à vossa consciência ordinária.

Isso, é inegável, cada um de maneira diferente, é claro, mas tudo é feito pela Inteligência da Luz, independentemente de vossa inteligência pessoal, para conduzir o maior número possível de irmãos e irmãs humanos à realidade do Amor, não imaginado, não vivido neste mundo, mas o Amor do qual nós lhes falamos sem parar e que todos os místicos e todos os seres ligados ao Espírito têm falado, desde muito tempo, desde tempos imemoriais. Portanto tudo isso se vive e se desenrola neste momento mesmo.

Aí está o que eu podia responder, de maneira um pouco longa, a essa primeira questão. Assim, eu escuto a seguinte.


Questão : cada dia durante mais de uma semana, entre 17/18 horas, eu sinto arrepios que sobem das pernas para os rins e depois para o alto do corpo. Qual é a causa disso ?

Mas a causa, essas espécies de arrepios e vibrações que sobem dos pés, é um dos três componentes, se posso dizer, da Onda da Vida – que está ligada, é claro, à Teofania também. É o sopro do Espírito, é o Verbo, que vem, eu te lembro, do núcleo cristalino da Terra, que está em ressonância com Sírius e que foi liberado pouco tempo antes do aparecimento da Onda da Vida. Certamente, essa Onda da Vida teve o tempo de desvelar, para aqueles que a vivem, seus diferentes componentes, e hoje a Teofania realiza efetivamente esse processo percebido por muitos de vocês concernido ao que foi chamado Onda do Éter ou Onda da Vida, em todo caso em um de seus componentes.

Portanto, é de fato normal viver esse gênero de processo, da mesma maneira os encontros com os povos da natureza, as vibrações que estão cada vez mais presentes e vossa sensibilidade, eu diria, de algum modo, à Luz, que torna-se cada vez mais patente, se posso dizer. Aí está o que posso dizer para completar.


Questão : Durante um banho com a maré ascendente, uma grande borboleta, Machaon (N.T. : borboleta européia de asas amarelas com marcas negras, azuis e vermelhas), que estava na água, veio grudar-se em meu braço esquerdo. Suas asas estavam coladas, eu queria ajudá-la, mas uma grande onda me tomou e me levou para a areia. A borboleta tinha desaparecido. O que você pode dizer disso ?

A borboleta é, assim como alguns pássaros, a mensageira celeste, é claro, porque ela voa. A borboleta que pousa sobre o ombro esquerdo, ela pousa certamente sobre ali onde vem o anjo guardião, e também os seres de Luz. Vocês sabem pertinentemente que quando nós nos manifestamos, aqui ou em vossas casas, nós chegamos, para aqueles que percebem nossa chegada, pelo Canal Mariano, pela esquerda se vocês querem, portanto uma borboleta que vem pousar enquanto você está na água, sobretudo essa borboleta como você diz, é como alguns pássaros, eu já disse, é uma mensageira celeste e é seu anjo guardião que vem te acariciar o ombro para te dizer que tudo vai bem. Aí está o que eu posso dizer disso e eu já expliquei o mesmo gênero de coisas em relação aos pássaros, me parece, muitas vezes. Sim, de fato.

Aí está o que eu posso dizer... quando vocês estão em Teofania, quando vocês vivenciaram, apenas algumas Teofanias mesmo muito ligeiras, se posso me expressar assim, lhes dá uma sensibilidade acurada, de uma maneira ou de outra, ao invisível e também aos sinais que são veiculados pelos elementos da natureza, pelos habitantes da verdadeira natureza em meio a vossa dimensão.  A borboleta, certamente, eu falei disso durante muito, muito longo tempo, concernente à passagem da lagarta à borboleta. De algum modo a Luz, seu anjo guardião ou um ser de Luz, veio te assinalar que ele estava ali, muito simplesmente.


Questão : em meu jardim, a borboleta chamada « Vulcano »(N.T. : borboleta de asas brancas com marcas negras e amarelas), vem voar ao redor de mim. Ela toca meus cabelos e eu ouço o sussurro de suas asas. Ela também pousou sobre meu coração.

Isso corresponde exatamente à mesma coisa que a borboleta sobre o ombro. As borboletas são seres muito delicados que vêm da lagarta, não é, vocês o sabem. Vocês também tornam-se borboletas, as asas estão secas, tudo está pronto agora já desde um certo tempo, mas como vocês e como eu disse, nós esperamos os sinais celestes. Como eu tive a ocasião de dizer, e eu o repito, sobretudo hoje, porque Maria lhes deu a data de um processo que começou há três meses, é isso, quer dizer o 8 de março. Esse processo durará o tempo que ele durará, nós não controlamos nem Nibiru, nem vocês, nem a Terra, nem os movimentos dos planetas, não é, sem isso não haveria mais Liberdade.

Assim nós deixamos de certo modo, e de fato é lógico, as interações da antiga consciência com a nova consciência concernente a vocês, a cada um de vocês individualmente, mas também aos planetas, o Sol, aclimatarem-se ao seu ritmo para permitir a visibilidade de Nibiru.  Vocês o sabem, é, eu diria, talvez o último sinal tangível verdadeiramente evidente que falta para desencadear, se vocês querem, esse último processo de liberação coletiva dos irmãos e das irmãs sobre a Terra. Então isso obedece a uma certa lógica, a um certo desenrolar – que lhes foi muito explicado em detalhe pelo Arcanjo Anael há vários meses, ao qual eu os remeto –, mas é exatamente... tudo o que vocês observam neste momento está ligado, e o que se desenrola e que foi profetizado, escrito, mesmo para aqueles que não se interessam pelo mundo, eles o vivem em sua carne, é a mesma coisa, não é ? A questão era o quê ?


Questão : era somente um testemunho sobre a Vulcano que veio...

Ah sim, a Vulcano, aí está, eu pensei que havia uma outra questão, uma vez que como eu falo muito, vamos eu te escuto.


Questão : uma noite, em 2013, durante um jejum de três dias, eu despertei e vi um ser humanóide a minha cabeceira. Ele tinha um crânio em forma de cone, sem cabelos. Quando ele viu que eu o via, ele ficou muito surpreso, ele recuou e desapareceu. Eu voltei a dormir imediatamente. Quem era ?

Então, na representação que eu qualificaria de aproximada da 5ª dimensão, um Arcanjo é uma entidade de Luz extremamente brilhante, com uma espécie de toucado sobre a cabeça. Não é o crânio que você viu, que é de forma alongada, esse aspecto cônico acima da cabeça é a representação dos Arcanjos quando eles se manifestam a vocês no antropomorfismo de 5ª dimensão. Certamente, essa é a forma, eu diria, do Arcanjo, no nível arquetípico. Depois vocês têm diferenças uma vez que vosso cérebro, em todo caso há alguns anos, ia traduzir isso por traços humanos : Gabriel, é idoso, ele tem cabelos brancos, Miguel, tem cachos, etc, etc.

Mas isso, é uma imagem, é claro, e não dos corpos fixos como vocês, mas a forma a mais estável com a qual eles podem se aproximar de vocês, mesmo se até o presente vocês tinham muitas dificuldades para percebê-los, é uma forma humanóide de 2 metros a 2,40 metros de altura, às vezes mais de dois metros, de cintilante cor prata, muito muito brilhante, não é, branco e prata, acima da cabeça, no prolongamento da cabeça, uma espécie de cone que dá uma impressão de uma cabeça muito alongada, mas como você disse muito bem, com uma forma de cone que se estica. Isso, é assim que nós, vemos os Arcanjos quando eles descem vibratoriamente no nível do que vocês chamam a 5D.

Então você viu um Arcanjo, mas esse Arcanjo, você não o viu na representação tal como vossos olhos de carne podem vê-lo. Eu vos disse : Gabriel, calvo ou com os cabelos curtos e brancos, o Arcanjo Miguel, com uma cabeleira que faria algumas mulheres tremerem tanto ela é bela, mas isso, é uma representação antropomorfisada que se traz ao humano, mas um Arcanjo não tem nada de humano, vocês o sabem.

Ele ficou surpreso, esse Arcanjo, porque é muito raro poder percebê-los nessa forma vibral. Então vocês vão me dizer : « mas o Arcanjo, ele não pode saber como essa pessoa o viu ». Desiludam-se, porque ele não tem barreira no nível da 5D, vocês o sabem. O que vocês veem com vossos olhos, o outro também pode ver, enquanto permanecendo em uma forma, na ocorrência aqui, de Arcanjo, e ele pode ter ficado surpreso, esse Arcanjo, que por afinidade vibratória de seu jejum, e sobretudo à noite, você tenha percebido, eu diria, essa forma estabilizada da 5ª dimensão. Aí está o que eu posso dizer disso.

Mas esses são os únicos seres de Luz que, quando eles descem vibratoriamente até a 5D, têm essa espécie de toucado muito alto acima da cabeça, que dá a mesma luz que a cabeça, não se vê os traços humanos nem os detalhes, se vê uma forma de Luz, mas essa forma tem essa particularidade no nível da cabeça, todos os Arcanjos sem nenhuma exceção, quando eles se estabilizam na 5ª dimensão.

Outra questão. 


Questão : Cristo anunciou o fim da farsa da religião. O que é isso ?

O fim da farsa das religiões, basta-lhes abrir os olhos e olhar, seja sobre vossas caixas de imagens das televisões, olhar, se vocês se interessam pela história, bom, nós estamos no Ocidente, portanto nós vamos falar do catolicismo, hein, eu não falo do cristianismo, mas do catolicismo, tem certamente travestido enormemente as coisas. E é claro, o que vocês observam hoje, é que naquilo que podia ser chamado a missa, houve terríveis inversões, houve transformações e falsificações já de uma falsificação, que se tornaram muito intensas.  Eu creio que vocês têm a possibilidade, ainda sobre vossas telas, de por exemplo olhar as missas. Acreditar que o corpo do Cristo, desce em uma hóstia, isso era possível para os grandes sacerdotes que existiram sobre a terra mas no resto do tempo, não há mais de Cristo do que, como vocês dizem, manteiga no espeto, não é ?

Portanto a falsificação das religiões, ela aparece no grande dia, mesmo no nível, eu diria, de vossas mídias.  Por exemplo, os atos contra a natureza que existem em todas as religiões, sem nenhuma exceção, são a prova formal de que aqueles que estão na origem disso são, eu diria, velhos perversos. Isso não tem nada a ver com a Luz. Não é para nada que hoje nós lhes dissemos que nada podia ser escondido. Todos os escândalos, todas as manipulações concernente a todos os aspectos dessa matriz ilusória, vos são desvelados. Aquele que tem olhos para ver e ouvidos para ouvir o vê muito facilmente. É isso também, o Apocalipse, é ver a verdade, vossa verdade além de todas as aparências, mas a verdade desse mundo que não é senão uma deturpação.

Nós insistimos bastante sobre isso e mesmo assim agora é tempo de afirmar, eu bem digo : todas as religiões sem nenhuma exceção, de qualquer corrente que elas sejam, em qualquer parte do mundo, foram apenas os elementos retomados pelo velho perverso chefe, ou seja, Yaldébaoth.  Assim que alguma coisa de verdadeiro nasceu neste mundo, e assim que foi organizada sob a forma de religião, ela foi falsificada. Parece-me aliás que Irmão K, em 2011 e 2012, insistiu muito longamente, no final do ano de 2011, sobre essa noção de religião, e também ao que está ligado às imagens, a tudo o que foi travestido.  Hoje, é isso que vos estoura na cara, sobre a cena do mundo, como sobre vossa tela interior.

Vocês estarão, eu penso e eu espero, muito desconfortáveis se subsiste em vocês zonas de sombra, zonas de mentira, zonas que não estão claras, não para julgar, não para fazer alguma coisa, mas para ver e deixar isso de lado. Assim certamente essa iluminação vai se tornar extremamente violenta, e sobretudo nos meios ditos espirituais. Como seria de esperar no que concerne aos que estão na frente da cena de teatro desse mundo, quer dizer a política, as mídias, as finanças, tudo isso já lhes aparecerá como falso, mas claro que ninguém reagiu, e aqueles que reagem, em todo caso, eles erram, porque eles se organizam para lutar contra.

Vocês sabem que a espiritualidade, como disse Irmão K, desde que ela está organizada em um movimento qualquer que seja, não é mais a Verdade. A verdadeira espiritualidade, se posso dizer, a verdadeira Luz, não tem necessidade de organização. Ela não tem necessidade de organização piramidal, ela não tem necessidade de ter um padre ou uma autoridade superior, isso é da deturpação. E exatamente essa noção de intermediário, então eu especifico, quer sejam os monges, quer sejam os curas, quer sejam os padres, quer sejam os pastores, quer sejam os rabinos, quer sejam os imames, agora é tempo de ver, são – como vocês dizem no mundo antigo ? – os servos de Satã, muito simplesmente. E no entanto eles estão persuadidos de trabalhar para a Luz, mas neles permanecia uma forma de avidez pelo poder e pela representação. E é isso, hoje, que é ainda mais flagrante, eu diria, do que as imposturas de vossos fantoches em todos os países do mundo, porque no Amor não há lugar para a avidez, é claro, nem para o orgulho, nem para as máscaras, agora.

Tudo isso vai ser varrido de maneira, eu o repito porque não é sem importância, cada vez mais fulminante, e era necessário. Não porque haveria um número suplementar para atingir de consciências ditas despertas, acabou, o número está presente sobre a terra desde longo tempo, mas simplesmente que, mesmo para aqueles que dormem entre nossos irmãos e nossas irmãs encarnados, eles tenham a oportunidade, mesmo com os sentidos habituais, de ver essa mentira, de ver essa cena de teatro como disse a voz trovejante  de Bidi, porque ninguém mais poderá se esconder disso. Isso faz parte da Revelação e do Apocalipse.  Tudo, absolutamente tudo, deve se revelar, em vocês como sobre a tela desse mundo, como de vosso mundo pessoal e íntimo. É isso que está em operação agora.

Então, continuemos.


Questão : eu tenho um sonho recorrente. Eu devo passar em um exame e geralmente, eu sei que eu já tenho o diploma mas devo repassar. Além disso, eu nunca revisei bem ou assisti ao curso e isso sempre me coloca em dificuldades. Poderia me esclarecer ?

Então, os sonhos de exames que se reproduzem para os diplomas que já passaram e que te dão essa espécie de humor um pouco inquieto ilustram simplesmente que você teme, em sua vida, ter de ser confrontado ao seu próprio passado.  O exame, é o que permite a passagem,  você realiza ou não o exame. Eu digo a você hoje que você não pode nem falhar nem realizar sua vida, você pode apenas vivê-la ou não vivê-la.  Os sucessos e os fracassos não representam nada para a Eternidade. Portanto o que deve ser repassado neste fim de ciclo, e que vocês na maioria têm passado, não é senão de algum modo a ilustração dos últimos medos concernentes ao que está além da forma e além de todo o conhecido.

Portanto é um sonho de passagem, você descreve uma forma talvez de inquietude ou de mal-estar. Passar em um exame é, se posso dizer, exatamente a mesma coisa que vocês realizam hoje. Mas infelizmente, como vocês o sabem, não são vocês que decidem passar no exame, são mesmo as circunstâncias do confinamento em meio a este mundo, e  das armadilhas em meio à matriz de 3D dissociada. Isso, vocês o sabem, isso termina.

Aliás, mesmo as religiões, como evoquei anteriormente, sempre tiveram seres íntegros que puderam deixar informações além de qualquer organização e além dos livros ditos sagrados – os quais foram profundamente reformulados -, deixaram indicadores temporais que deviam desenrolar-se sobre este mundo. Todos – sem nenhuma exceção – os indicadores temporais que foram descritos, em qualquer origem que isso seja no nível cultural ou religioso, estão sob vossos olhos, sem nenhuma exceção.

Então certamente vocês vão ter, em relação a isso, cada vez mais irmãos e irmãs que, quanto mais se aproxima o momento final, mais vão estar na negação ou na raiva, é normal. Deixem que eles façam sua caca nervosa, hein, não entrem nesse jogo, sobretudo para os irmãos e irmãs que já viveram uma vibração ou outra. Eles jogam de fazer-se medo, eles foram levados pela sua própria resistência à Luz. Muitas vezes, e vocês observarão entre os irmãos e as irmãs que vocês frequentam, são aqueles que reivindicam a Luz como estando ausente que são os mais virulentos, porque eles se recusam a aceitar que eles mesmos são a Luz.

É muito psicanalítico o que vos digo, mas é de fato verdadeiro. Ou seja que entre os irmãos e as irmãs que estão, eu diria, mais na raiva neste momento, e há nisto, hein, até mesmo a negação do que eles vivem.  Vocês têm irmãos que estão, como dizer, que foram seres extremamente luminosos, que o são sempre em eternidade, mas que a armadilha, se posso dizer, do confinamento neste mundo, tem sido de algum modo mais amarga. São grandes seres, e vocês têm, isso eu já disse, frequentemente naqueles que têm uma origem reptiliana ou uma ascendência reptiliana, que anteriormente participaram no confinamento de mundos ou mesmo no confinamento deste mundo, que hoje estão em raiva contra eles mesmos, mesmo se eles reivindicam o fim deste mundo, desta farsa.  São aqueles que vão ser mais virulentos, que vão fiscalizar os menores acontecimentos, as menores palavras que nós pronunciamos para aí ver uma espécie de justificativa para sua negação e sua raiva.

Então deixem que eles passem, esses, porque são seres que colocaram muitas camadas isolantes, quaisquer que sejam as razões, e frequentemente aí tem a ver com as linhagem um pouco predadoras, eu quero dizer, mesmo aqueles que estão em 3D unificada, não há unicamente a predação confinante, há também o jogo da predação mas onde a morte não tem nenhum sentido porque esses seres, mesmo se eles perdem seus corpos, ou eles o ressintetizam imediatamente, ou eles tomam um outro muito rápido.  Vocês veem, não há interrupção da consciência.  Os seres que jogaram as forças da predação, de uma maneira ou de outra, nesta vida, em outras vidas, que participaram, neste mundo ou em outros mundos, dessa mascarada, eh bem é a maneira deles de viver a explosão, se posso dizer, do confinamento.

Então não busquem acalmá-los, nós sempre vos dissemos desde alguns meses que vocês estão presentes por vocês mesmos em vosso coração, mas se vocês acrescentam palavras ou explicações àqueles que vêm provocá-los, vocês vão ainda uma vez enervá-los, sobretudo se vocês estão em paz, porque eles bem sentem que eles não estão em paz. E é claro, é sempre a culpa do outro, a culpa da vida, mas não da vida deles, porque esses seres têm dificuldades reais, por sua origem estelar, para ver a eles mesmos. Eles estão tomados pelo hábito de se verem através do olhar do outro e portanto de buscar uma aprovação, em suas alegrias como em seus sofrimentos, através do olhar do outro. E assim se vocês têm um irmão que vos diz « eu sofro, estou muito mal, eu desejo fazer isto ou aquilo » e vocês sorriem, isso vai enervá-lo mais ainda porque eles estão na projeção.  Eles são incapazes, no momento, mas eles o farão com uma graça evidente no momento do Apelo de Maria, portanto não se inquietem, hein.

Vocês vão ver, como eu disse, irmãos e irmãs adormecidos, mas também despertos, que vão viver e desencadear coisas paradoxais, é o menos que eu posso dizer, mas não se assustem com tudo isso, é também uma mascarada. Contentem-se em estarem aí se vocês os encontram, e mesmo se vocês não os encontram, de estarem em vosso coração. Amem-os e é tudo, mas não lhes emprestem o ouvido nas coisas que seriam de natureza dual. Mas respeitem a eles, porque vocês não sabem o que eles passaram para chegar a esse ponto, vocês veem ?  Portanto, vocês o veem bem, em vocês como ao redor de vocês, mesmo entre os irmãos e irmãs adormecidos, há comportamentos pelo menos anormais, se posso dizer. É normal.

Tudo isso, Sri Aurobindo vos explicou e o Choque da humanidade, alguns entre vocês já o viveram bem antes.  Certamente, há um momento coletivo de choque que é o Apelo de Maria, mas vocês já têm, eu diria, grupos inteiros de irmãos e irmãs que vivem os choques. Eu não falo necessariamente no nível espiritual, eu falo também no nível da organização da sociedade. Há algumas associações de ofícios que estão particularmente superexpostas em suas tramas, hoje. Esses, vão ter também  uma certa preocupação a se fazer, mas é uma passagem obrigatória, vocês o sabem. Não é uma punição, é uma iluminação, jamais coloquem nisso a palavra « punição ».

E tão paradoxal como isso possa parecer, a iluminação total que vocês vivem neste momento pode, para alguns irmãos e irmãs humanos tendo a ver, de uma maneira ou de outra, com os répteis e mesmo com os dragões, que se encontram a viver os traumatismos, a tombar, a cair, a desaparecer, a ter infecções, a ter acessos de raiva, é de fato normal. Riam deles, não diante deles hein, mas riam deles porque eles estão nessa espécie de desvario que não é um, são os últimos elementos que os fixaram ou que eles mesmos fixaram nos outros, que tentam se desembaraçar de sua gangue, vocês veem ? É necessário relativizar em relação a isso. 

Mas o principal vocês o sabem, vocês têm a Teofania. Vocês não são obrigados a dizer a esses irmãos e irmãs, façam as Teofanias sem parar, mesmo se ele está ainda mais na raiva ou mesmo se ele se torna cada vez mais louco.  O importante, é a Liberdade e o Amor, a Luz, e não as recriminações e as gesticulações daqueles que estão re-confinados, se posso dizer, em seu pequeno ego e sua pequena pessoa. Isso passará.  Mas eu vos previno, durante o mês de junho, Maria vos falou das tribulações humanas e não há nenhuma razão, mesmo se isso vai muito bem no que vocês são e no que vocês vivem, que vocês não estejam sob essas tribulações, isso seria apenas com os membros próximos, amigos ou a família. Vocês vão ver, isso vai descascar a partir da segunda-feira após o Pentecostes, é normal. Cada um deve desempenhar o seu papel até o fim, e para alguns, até os sedimentos. 

Outra questão.


Questão : eu vivi a recusa da encarnação na concepção e no parto. Tenho uma linhagem reptiliana. Você falou do problema do controle encontrado pelas pessoas que têm essa linhagem.  O medo e a raiva sempre estiveram presentes, eu lutei para existir, não me sinto em meu lugar em nenhuma parte. Os três últimos anos foram mais pacíficos, no entanto o medo e a raiva ressurgem com força...

O que é que eu disse ? Vocês veem o primeiro testemunho, vocês vão ver sem parar coisas como essa.


Questão : embora eu não reprima essas emoções, e eu as olhe e as acolha a fim de que elas se dissolvam por elas mesmas, elas ainda têm influência sobre mim...

Eh, sim, quer dizer que aí, esse irmão ou essa irmã, eu não sei se é um irmão ou uma irmã...


Questão : uma irmã.

Não esqueçam que neste mundo ilusório, a lei que prevalece, é a lei da ação-reação. O que você faz ao menor de seus irmãos, é ao Cristo que você o faz. É normal que você experimente a mesma coisa, e é melhor experimentar agora do que no momento do Apelo de Maria. Isso de fato corresponde ao que eu disse anteriormente, que esse irmão ou essa irmã tenha ele mesmo linhagens reptilianas ou não, isso quer dizer que houve acordo com esse tipo de energia, vocês veem ? E isso, deve se evacuar, contudo vocês não podem evacuá-lo enquanto vocês não tenham vivido ou bebido até os sedimentos. O Cristo disse bem : « Afaste de mim esse cálice », o copo amargo que ele não queria beber.

Então quando vocês vivem isso, para aqueles que devem vivê-lo durante o mês de junho, o único conselho que eu vos posso dar, é ficar tranquilos. Façam o que vocês têm a fazer em vossa vida, mas sobretudo não escutem tudo o que se diz em vocês porque isso não vem da Luz, isso vem de vossa própria sombra, e vocês devem viver o que vocês têm feito viver aos outros uma vez que são as leis deste mundo.

Viver a Unidade, é transcender a ação-reação, pela Existência, pela Infinita Presença, pelo Absoluto, é claro, mas enquanto vocês estão inseridos e presos na armadilha neste mundo e vocês não são liberados vivos, quer seja pela Onda da Vida, pelo Canal Mariano ou pelas Teofanias, vocês devem, eu não gosto muito dessa palavra mas eu direi, no jogo da matriz, isso se chama expiar e pagar.  Portanto é por isso que eu digo que é necessário rir disto, uma vez que expiar e pagar, isso concerne à pessoa, isso não concerne à Eternidade que esses irmãos e essas irmãs são, assim isso prova simplesmente que eles ainda estão inscritos na pessoa e portanto na dualidade.

E todos aqueles entre vocês que têm tido duas pedras na mão, e aliás vocês são inumeráveis, com os répteis, ou aqueles que têm uma origem estelar ou uma linhagem ligada a esses mundos, mesmo se vocês mesmos jamais participaram de qualquer confinamento de mundo, vocês estão sujeitos às energias que prevalecem dessas linhagens sobre este mundo e isso será assim, liberados ou não, até o Apelo de Maria. Eu não havia dito isso antes porque há aqueles que teriam estado desesperados, há vários anos.


Questão : … eu pouco senti, o Fogo às vezes, eu não chego sempre a escutar as intervenções na totalidade. Aquelas recentes, de Maria quase me apavoram e me deprimem. Quando eu tento estar no coração ou consagrar o tempo à Maria, eu não fico mais no lugar, o mental reage.

Eh sim, Maria, vocês viram a última intervenção de Maria, ela é sempre todo amor, mas aí era muito incisivo, era o apelo à ordem da mamãe para seus filhos. Claro, une-se exatamente ao que eu expliquei agora mesmo, assim como você o diz, não escute seu mental, e felizmente que nesse lapso de tempo que está estendido, se posso dizer, desde já muitos anos, vocês têm tido, para muitos, a possibilidade de ajustar, ainda mais próximo da Luz, vossa Presença. É o que se produz hoje.

Mas se vocês têm dado livre curso ao que eu havia chamado os tournicoti-tournicota ou o Si, o orgulho espiritual, certamente vocês devem resolver isso aqui. O que foi ligado sobre a terra será desvinculado sobre a terra, o que foi ligado no céu será desvinculado no céu. Vocês não podem cortar, mas vocês têm, para essa irmã ou entre outros, entre aqueles que estão aqui ou em outros lugares, vocês têm tido da possibilidade de viver, como disse aliás essa irmã, as vibrações, mesmo muito pouco. É a isso que é necessário se agarrar e não ao que vos diz vosso mental, vossos medos, vossas emoções.

E certamente, se vocês veem a analogia, ela é perturbadora, é a história da mamãe com seu filho que lhe diz :  « Não faça isto, não faça aquilo », o filho, é claro, desobedece, e depois de um momento, lhe chega uma catástrofe.  A mãe é obrigada assim mesmo de fazer no mínimo uma repreensão mais severa, não é ?  É exatamente o que vos disse Maria quando de sua última intervenção do mês de maio. Ela vos disse também que a tonalidade do mês de junho que acaba de começar será profundamente diferente. Vocês estão em uma espécie de confrontação final onde tudo é visto, da sombra como da Luz, em vocês como no exterior de vocês.

É portanto a iluminação da cena final que durará o tempo que durar, isso pode durar um dia, isso pode durar algumas semanas, alguns meses, antes de iniciar os 132 dias que ainda não começaram, é claro, vocês o sabem.  Há os sinais celestes, são esses que faltam. Os sinais humanos, eles estão aí, acalmem-se, desde este mês e de maneira muito particular, mas quaisquer que sejam esses acontecimentos humanos, coletivos ou concernentes a alguns países, faltam os sinais do céu, não ? Mesmo se todas as embarcações da Confederação Intergaláctica se mostrem de maneira cada vez mais evidente acima de vossas cidades, falta o essencial, ou seja o sinal celeste, as Trombetas e o Apelo de Maria, e a visibilidade de Nibiru. As coisas serão profundamente diferentes depois disso.

Mas agora, o que eu posso dizer, tanto nós dissemos até o ano passado que é este tempo que foi acordado pelas circunstâncias, que permitiu afinar e abrir sempre mais irmãos e irmãs – são as circunstâncias que abrem, hein -, e hoje eu vou vos dizer quase o inverso. Diante da  intensidade da Luz, mais o tempo passa, mais isso vai ser terrível para a pessoa, mais isso será extraordinário na Eternidade, e isso para todo o mundo.

Portanto aí eu não posso mais vos dizer que é uma dádiva, se posso dizer, ter tido todo esse tempo, eu posso apenas dizer, e nós estamos com vocês nisso, que agora isso vai muito rápido, se posso dizer, e não se demora em prolongamentos exagerados, porque aí, a loucura humana arrisca tomar proporções que não mudarão nada, é claro, no ato final, mas, não vale a pena, quando se vive a Luz, quando se vive uma vibração, quando se vive o Fogo, ter de assumir os delírios, se posso dizer, e as loucuras de nossos irmãos e irmãs que são filiados de algum modo com os répteis, ou que o foram. E eu bem digo, mesmo os dragões que não têm nada falsificado, que permaneceram puros, se posso dizer, porque a vibração reptiliana sobre este mundo, ela está falsificada, e portanto se vocês têm uma linhagem reptiliana, vocês estão em confrontação com vocês mesmos e com a Luz, mas com vocês mesmos enquanto seres de Luz em relação ao vosso efêmero. 

Há muitas dificuldades, sobre este mundo, em 3D dissociada residual, de aceitar, para a linhagem reptiliana, reconhecer seus erros. Não é uma questão de orgulho, é uma questão de incapacidade de ver as coisas. Não é que eles não querem vê-las, esses irmãos e essas irmãs, é que eles não têm a possibilidade de vê-las neles. Eles o veem muito bem no exterior mas eles são incapazes de ver isso neles porque é uma anomalia estrutural ; mesmo se eles vivem as vibrações, a iluminação não pode ser completa.  Sobre a tela deste mundo, ela pode ser completa, mas na intimidade deles, não ; eles não fazem de propósito, eles sofrem, os pobres.

Então amem-no, mas não se envolvam em conversação enquanto eles estão nesse estado. É parecido em vossas famílias, hein, se vocês querem ter a paz nas cabanas, não vale a pena ir provocar o filho ou o marido ou a mulher que não vive a mesma coisa que vocês, porque aí, ele vai rejeitá-los e isso arrisca fazer mal, não é ? Alias vocês o constatam, mesmo na rua, se vocês começam a ser todo sorrisos e a ir com o coração para eles, em uma loja, vocês podem ser muito bem aceitos, se alguém inconscientemente percebe alguma coisa agradável, ou aquele que vai se opor, que vai rejeitá-los e mandá-los passear. Isso vocês o veem todos os dias em todos os lugares, é por isso que eu lhes disse e eu repito também hoje : estejam tranquilos, vejam os irmãos e as irmãs, vão ali onde é mais fácil, mas evitem confrontar as situações, os irmãos e as irmãs quando vocês veem que há dificuldade.

Eu expliquei isso há três anos em relação à resposta do coração, em relação à escolha dos alimentos. Eh bem aí é mesmo mais a resposta do coração, vocês não têm mesmo mais necessidade de se colocarem a questão, vocês veem claramente os irmãos e irmãs, mesmo no silêncio, com os quais tudo se passa à maravilha, mesmo sem dizer nada, e vocês veem claramente os irmãos e as irmãs, despertos no entanto, que estão em uma espécie de raiva. Aliás vocês têm isso aqui, vocês têm visto isso todos os meses.  Esses pobres irmãos e irmãs não têm os meios, no nível de suas consciências, de se darem conta de seus erros, e não serve para nada lhes dizer, é claro.

Então é a isso que vocês são confrontados, eu diria, a título individual, com vossos próximos, com a família, com os amigos, na escala de um grupo social ou de uma empresa por exemplo, ou de um grupo espiritual. De fato é lógico e isso se atém verdadeiramente a esta única coisa, ou seja uma origem estelar entre os Dracos ou uma linhagem que está em relação com os Dracos, mesmo se vocês mesmos jamais participaram da menor predação para com este mundo ou para com outros mundos.

Eh sim, porque eu os lembro assim mesmo que vocês têm irmãos e irmãs despertos hoje, sob a forma humana, que, em outros mundos,  confinaram e fizeram sofrer os irmãos e as irmãs ; eles estão em redenção. Vocês sabem, quando eu disse na época que nós recrutávamos, eu não disse que nós recrutávamos somente os próximos Melchisedeques, as próximas Estrelas. Além desse recrutamento, há também uma forma de intimação, para alguns irmãos e irmãs, que deverão, não viver um confinamento de novo, está fora de questão lhes revidar, mas não obstante de passar por certas depurações. Elas devem se passar, eu diria, após os três dias, e é necessário agradecer à Luz porque para esses irmãos e irmãs, elas se passam agora, para a maioria deles. Vocês veem ? A Luz sempre faz muito bem as coisas.


Eu termino a questão da irmã...

É muito coerente o que ela diz, sim continue.


Questão : eu vivo um paradoxo. Estou feliz pelos acontecimentos anunciados e apavorada de não poder viver o coração. Estou esgotada, tenho necessidade de vosso esclarecimento.

Eh bem eu mal dei o esclarecimento, hein, mas é sempre a mesma coisa. Que isso seja pelas Teofanias, pela Onda da Vida, pelas Coroas radiantes, pelas Portas, pelas Estrelas, enquanto vocês estão inscritos em uma pessoa e vocês conduzem isso a vossa pessoa, vocês confinam a vocês mesmos, portanto vocês fazem ato de predação para com vocês mesmos, e isso é um natural que se vai encontrar entre todos os organizadores e os administradores de mundos.  Isso não concerne unicamente aos Dracos, isso também concerne por exemplo ao que eu havia chamado os Hayot Ha Kodesh, a civilização dos Triângulos, aos Querubins, que são seres de uma grande probidade de Luz, que, eu os lembro, agenciam os mundos, os organizam, não os criam, mas permitem que eles estejam sempre em harmonia.

Vocês bem imaginam que é uma responsabilidade enorme.  Ora, vocês o sabem, enquanto vocês buscam controlar o que quer que seja, são vocês que são controlados e vocês são controlados pelo quê ?  Por vossa origem estelar ou por vossa linhagem, quer dizer pelas linhagens de predação, não mais coletivas – que foram dissolvidas já há muitos anos, mesmo se os Fantoches tentam recriar novas a cada ano – mas isso não se mantém, isso não pode se manter, mas eles tentam, eles continuam até o fim.

E esses irmãos e irmãs, e essa irmã em particular, está efetivamente ao mesmo tempo na alegria de ver que isso termina, mas ao mesmo tempo no medo.  E o medo, ele não é porque há uma falta de amor ou que ela não sente suficientemente o coração, é porque, inconscientemente, ela tem a informação em relação a tudo o que eu disse, em relação à origem, às linhagens, em relação às vidas passadas, tudo o que está inscrito em meio à Ilusão.

Vocês sabem, vocês têm irmãos e irmãs, qualquer que seja o número de vidas que eles passaram sobre esta terra e mantiveram, eu diria, uma certa forma de integridade, apesar de tudo.  Para eles, é muito fácil, são todos aqueles que hoje se abrem sem nada pedir a ninguém e vivem o coração, enquanto que alguns entre vocês tentam já desde muitas dezenas de anos. Bem, sim, mas aqueles, eles já estavam prontos e vocês, vocês não estavam prontos, sobretudo segundo vossas origens ou vossas linhagens.

Mas de graça, não julguem, porque os irmãos e as irmãs que se comportam assim ou que estão na agressão, na raiva, e que vivenciaram uma das Coroas ou a Onda da Vida, eles não têm os meios de se darem conta, e não serve para nada lhes dizer, eles sabem muito bem que há um mal-estar, se posso dizer.  Perguntem ao redor de vocês, e verão que vocês têm mesmo assim, sobretudo agora - não era verdadeiro ainda  há alguns meses, mas devido às Teofanias -, aqueles entre vocês, mesmo liberados vivos, que são portadores, mesmo sem nenhum confinamento de mundo, eles não estão preocupados. Eles são concernidos coletivamente por esta origem ou esta linhagem que vem da predação, e como eu disse, não há apenas os dragões, hein, não há apenas os répteis, há também , mesmo se eles não confinam mundos, se vocês têm por exemplo o Arturiano em vocês, isso dá um pequeno lado autoritário, teimoso, e hoje, esse lado autoritário e teimoso vai tomar proporções enormes, eu os previno.

É a resolução desses antagonismos que vocês portam na estrutura de carne. Mas lembrem-se que todos vocês têm, na estrutura de carne, como todos nós quando passamos pela terra, a presença de Maria uma vez que o DNA, nosso DNA, sem nenhuma exceção, mesmo se nós jamais colocamos os pés na terra antes desta encarnação, enfim vocês que estão presentes sobre a terra, nascendo vocês precipitam o DNA de Maria em vocês, e também, mesmo que vocês não tenham linhagem ligada à predação ou origem ligada à predação, vocês tem assim mesmo uma estrutura de cérebro que desviou a Luz.

Portanto esse mês de junho, é ao mesmo tempo a alegria da Teofania e o paradoxo, como isso foi dito, de alguns acontecimentos em vosso círculo íntimo, hein, eu não falo dos círculos coletivos.  É necessário assumir.  Eu vos falei dos problemas do corpo que permitiam eliminar, hein ; os problemas eram sobretudo do lado direito, vocês vão constatar agora que os problemas não são mais laterais, eles vão bater sobre o eixo mediano, ou seja antes, vocês tinham dores nos tornozelos, nas pernas, nos braços, nos ombros, agora isso vai ser sobre o eixo central. Não há muitas coisas no eixo central, vocês sabem, vocês têm certamente a coluna vertebral, mas sobretudo, anteriormente, vocês têm o púbis, vocês têm o esterno e vocês têm a cabeça.

Portanto, são esses locais que vão sofrer, ou seja,  que vão haver abalos, traumatismos físicos, ou emocionais e mentais, mas vocês vivenciaram, para aqueles entre vocês a quem isso chega ou chegará, lembrem-se o que vocês vivenciaram quando vocês estavam na Luz. Cabe a vocês escolher e cabe a vocês deixar isso se evacuar, e vocês não têm nenhum meio de ação sobre isso.  E se por acaso são essas linhagens ou essas origens que estão no controle e a predação, que querem controlar e que portanto os impedem de serem livres.  É isso que é necessário ver, mas não se preocupem, muito em breve vocês rirão disso ; que isso seja o Apelo de Maria durante o mês de junho, ou que isso seja o mês de junho que acaba sem o Apelo de Maria, a loucura humana, vos permitirá, para muitos de vocês, reajustarem-se sobre a frequência da Luz original.

Mas é uma iluminação, hein,  lembrem-se disso, mesmo se isso vos parece negro, mesmo se isso vos dá medo, mesmo se isso faz mal, não é senão uma iluminação.

Outra questão.

***


Tradução do Francês: Ligia Borges
https://lestransformations.wordpress.com/2017/06/05/o-m-aivanhov-qr-partie-1-juin-2017/


6 comentários:

  1. Primeiramente, dizer que o retorno da Ligia é uma bênção!!!... Até por ser ela que mais tem encarado estas traduções longas do Comandante (rs). Vale lembrar que este retorno da Ligia já era esperado, e que isso ocorreria tão logo seus problemas de internet e telefone fossem resolvidos.

    Quanto à intervenção do Aïvanhov, nos pareceu ainda mais esclarecedora e provavelmente ainda mais extensa (rs). Aliás, alguns suspeitam que o nosso Aïva adora falar (rs); mas quanto a isso gostaria de fazer o seguinte lembrete: "ninguém é ninguém, mas sim uma função; que por sua vez não é uma ação/reação, mas sim, uma manifestação da Vida, que por sua vez é uma manifestação do Único, e por conseguinte, uma Teofania".

    ResponderExcluir
  2. Muito elucidativo, espetacularmente esclarecedor, libertador mesmo. O que seria de nós se ele não nos alinhasse. Ele cutuca com vontade e logo em seguida acaricia com Amor. Aívanhov nos dá as diretrizes do nosso leme, depende de nós, se o barco seguirá por águas revoltas, menos revoltas ou um mar de brigadeiro.

    Agradeço e honro a Ligia e a todos, por mais essa fantástica tradução.

    ResponderExcluir
  3. Egidio, simplesmente comovente o final de seu texto. Eu acrescento, se me permite, " por conseguinte, o que de fato nós somos, uma eterna Teofania".

    ResponderExcluir
  4. Excelente a tradução da primeira parte,creio,que foi dividida em duas por ser muito longa.porque continua após esta última questão ,no Francês,..."Question : où en sont les Cercles de Feu ? Est-il conseillé d’y aller en ce moment ? Comment vibrent-ils ? ....
    Agradeço e meus cumprimentos á Lígia pela excelente tradução de O.M.A é o mais difícil de traduzir ,por não ter sido Francês e de..."afirmar ,negando...muitos poucos tradutores pegaram este jogo dele.
    Abraços cordiais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Rosa, a divisão foi por causa disso mesmo, devido a msg ser muito extensa. Quanto a Ligia, ela é mesma diferenciada nas traduções do Aïvanhov, principalmente por encarar estes longos textos, coisa meio que de heroína (rs). É claro, ainda existe este complicômetro do francês "aivanhovez", meio de influência búlgara, mas que a Ligia domina muito bem.

      Abraços cordiais

      Excluir
  5. magnífica, cada vez mais revelações, grato Ligia
    Rendo Graças

    ResponderExcluir